quarta-feira, junho 24, 2009

Epigrama encontrado na folha de rosto de um exemplar das Memórias Póstumas de Brás Cubas

Tu que passas ao largo de mim,
antes nota que estamos aqui,
eu e um morto, que guardo e que cubro;
e em respeito e sinal do teu luto
tua cabeça de vivo descobre.
Se há um verme que um corpo aqui come,
ou conheças ou não este morto,
não deplores, u'a vez que deposto
deste trono do gosto e da vida,
serás tu que a terás esquecida,
tu, banquete ao opróbrio e ao nojo
sem legado, louvor ou despojo.
Beija o morto, viajante, teu irmão!
Mais que tu ele a é, tua razão.

2 comentários:

Vaguely Pulse disse...

Sério que vc encontrou numa folha de rosto isso? Não tinha nome, nenhuma identificação? Nossa, coloca no teu nome então... porque é bonito demais! :)

Felipe disse...

É... Encontrei no meu exemplar.