domingo, maio 24, 2009

Resposta da espinha mal espremida

Resposta a esse post do Jean.

Sou um mal e como um mal em ti me faço:
mal me sentes nascer inofensiva
me faço monstro horrendo em teu regaço
ou bunda ou testa ou via olfativa.

Por minha causa tens grande cagaço
de ver gente, mulher, feia ou diva.
Mas contigo fiel vou passo a passo,
crescendo venturosa e irruptiva.

Queres minha extinção, sou-te inimiga,
mas se a mim tu matares, que então siga
nessa cara meu túmulo vermelho.

Voltarei, tu bem sabes, sou patife!
E voltarei a cada novo esquife,
até que te rejeite o próprio espelho!

3 comentários:

Lisiane Cristina disse...

Vocês são bons mesmo! Ainda quero editar um livro com mais de um autor... Podem ser vcs dois...Ficaremos ricos...rsrs
Presunçosa eu né?! Brincadeirinha. Ah tem um provérbio (em latim e que não lembro como se escreve) que diz mais ou menos isso:rindo dizer coisas sérias! Beijo

Jean disse...

Formidável! Digo-lhe: Formidável!

Felipe disse...

Castigat ridendo mores.