sexta-feira, dezembro 26, 2008

Alteridade

sou-te a ti que sendo és-me
somo-los todos que nos são
e nos vivem quando foram
e nos morrem quando vão

és tu sendo de mim a parte
em que inteiro sendo sou
havendo és-me contra além
em que inteiro te anti-vou

oposto são do que nós somos
e exato o contra somos nós
somos eles que não nos são
sendo-nos eles o que sois vós

chamo-os de vós o nós de ti
é tanto ser que nos confundo
morrer-te-ão e viver-vos-emos
sendo-me todo em parte mundo

6 comentários:

Cristiano Knapp disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricardo Boaventura disse...

pode ser comuna mas eh bom pra k...

Cristiano Knapp disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lua disse...

Te acaete minino!

André Ursípedes disse...

Caro Sr. André.
Agradecemos sua manifestação. O colunista fas as seguintes considerações:
"Por favor, diga ao prezado leitor que fico feliz em saber que concordamos sobre o tema, mas nunca tive o prazer de ler o seu blog. Ou o blog de ninguém. É por esse motivo, aliás, que recuso todas as propostas para ter o meu próprio blog -- eu mesmo nunca o leria.
Além disso, minha birra não é com o elogio dos críticos -- eles têm todo o direito de elogiar --, mas apenas com a palavra "irrepreensível". "

Atenciosamente.

Departamento de Ombudsman - Folha de S.Paulo

Cristiano Knapp disse...
Este comentário foi removido pelo autor.