sábado, junho 11, 2011

guarda-chuva

caicai de estreláguas água
luzâmpago rela o céu
duelam trovas de nuvens
versejam chuva e chapéu

(teto de passeio porta noite preta de tamborilarilará)

sitia o dia
ventaguando 
em finíssima arritmia
pelos flancos do quartel

2 comentários:

C. disse...

tem dias que me imagino em macondo. e fico pensando em como seria esse reduto se nunca, nunca mais parasse
de chover

mardson machado disse...

Olá!
Parabéns pelo seu blog! Muito bom.
Gostaria de aproveitar a visita para divulgar o meu blog. Trata-se do contra-afronta.blogspot.com, onde temas como política, cultura, comportamento e cotidiano são abordados, tendo como foco principal os problemas da cidade de Salvador.
Estou aguardando a sua visita.
Abraço!